Éramos criança

Francisco Júnior - Maputo

crianças


apadrinhados pela fome,
isolados do banquete.

De camisetas de umbigo fora
jeans rasgados
mas não era moda,
era a desgraça debuxada
em nosso semi nu corpo.

Pálidos, desnutridos
enterrados no areal
na roda de matocozana
em equipas para jogar xingufa
sorridentes brincávamos.

Éramos crianças.

publicado por Revista Literatas às 10:47 | link