Embaixada do Brasil homenageia Malangatana

Ao fazer um mês do desaparecimento físico do artista plástico e figura singular da cultura moçambicana, Malangatana Valente Neguenha, a Embaixada do Brasil vai realizar no seu Centro Cultural Brasil-Moçambique, em Maputo, uma homenagem evocatória deste cidadão da CPLP, de África e do Mundo. O evento tem lugar sexta-feira, às 18 horas.

 Maputo, Quarta-Feira, 2 de Fevereiro de 2011:: Notícias 

Pintura de uma grande quadro por artistas plásticos moçambicanos e outros artistas aqui residentes, enquanto no mesmo salão do Centro Cultural Brasil-Moçambique se inaugura uma significativa exposição fotográfica da vida e obra de Malangatana, seguida de uma mesa redonda em que vários figuras conhecidas da nossa intelectualidade e vida artística se pronunciarão sobre a via e obra deste nosso grande artista plástico, são algumas das acções que compõem a homenagem. 
Ainda no evento, Hortêncio Langa falará e cantará em homenagem a Malangatana, Ana Magaia, Luís Cezerilo e Calane da Silva dirão poesia escrita por Malangatana e poemas a ele dedicados.

A exposição fotográfica sobre a vida e obra do pintor é organizada pelos Doutoras António Sopa e Bartolomeu Rungo, sendo que na mesa redonda estarão presentes, como oradores, os Professores Doutores José Forjaz e Gilberto Cossa, a Doutora Filomena André, da Fundação Mário Soares, e que se encontra em Moçambique a fazer um levantamento e pesquisa de toda a obra de Malangatana.

Haverá igualmente apresentação da obra poética de Malangatana por parte do Calane da Silva.

Espera-se a presença dos familiares do desditoso pintor, de autoridades moçambicanas ligados à Educação e Cultural, amigos e numeroso público uma vez que a entrada é livre.

AO fazer um mês do desaparecimento físico do artista plástico e figura singular da cultura moçambicana, Malangatana Valente Neguenha, a Embaixada do Brasil vai realizar no seu Centro Cultural Brasil-Moçambique, em Maputo, uma homenagem evocatória  deste cidadão da CPLP, de África e do Mundo. O evento tem lugar sexta-feira, às 18 horas.
Pintura de uma grande quadro por artistas plásticos moçambicanos e outros artistas aqui residentes, enquanto no mesmo salão do Centro Cultural Brasil-Moçambique se inaugura uma significativa exposição fotográfica da vida e obra de Malangatana, seguida de uma mesa redonda em que vários figuras conhecidas da nossa intelectualidade e vida artística se pronunciarão sobre a via e obra deste nosso grande artista plástico, são algumas das acções que compõem a homenagem.

Ainda no evento, Hortêncio Langa falará e cantará em homenagem a Malangatana, Ana Magaia, Luís Cezerilo e Calane da Silva dirão poesia escrita por Malangatana e poemas a ele dedicados.

A exposição fotográfica sobre a vida e obra do pintor é organizada pelos Doutoras António Sopa e Bartolomeu Rungo, sendo que na mesa redonda estarão presentes, como oradores, os Professores Doutores José Forjaz e Gilberto Cossa, a Doutora Filomena André, da Fundação Mário Soares, e que se encontra em Moçambique a fazer um levantamento e pesquisa de toda a obra de Malangatana.

Haverá igualmente apresentação da obra poética de Malangatana por parte do Calane da Silva.

Espera-se a presença dos familiares do desditoso pintor, de autoridades moçambicanas ligados à Educação e Cultural, amigos e numeroso público uma vez que a entrada é livre.
tags:
publicado por Revista Literatas às 05:05 | link