Flor sereia


Alexandro Soares do Valle – Rio de Janeiro

Pedra
Canela
.Jasmim
que Bela
Você
sorrindo
pra mim

areia
Mar
lua
Sereia
calor
um poeta
morrendo
de amor

fisgado
pelo canto
embriagado
de olor
perfeito
Encanto
de Sereia
e Flor
publicado por Revista Literatas às 02:20 | link | comentar