Madjermanes

Izidine Jaime - Maputo


O sol estoirava o tempo
Cicatrizando passos no alcatrão
Os olhos variam-se
aos ouvidos desocupados. 
A música triste
cantava nas bocas injustiçadas
E as mensagens aos “Senhores”
eram  claras e abstractas. 
Bandeiras alemãs apontavam dedo aos apatriados
E nas vozes sem melodia
Exaltavam:
“Abaixo aos Mugabes da Região”. 
Transpiravam a dor
E em manchetes recicladas:
“Povo não sejam cobardes”
Desfilavam angústias, cantando dessabores. 
De vestes desnutridas espalhavam a mensagem
Nas 4as feiras
A avenida Eduardo Mondlane
Virou palco de exibições desapatriadas. 

publicado por Revista Literatas às 06:41 | link | comentar