Carta do Aniversariante no dia em que não se fará a festa

Amosse Mucavele - Maputo
Amosse Mucavele
Ontem foi o dia do meu adversário, comemorei com as 4 paredes que ladeiam o meu quarto,
E hoje dia em que os Astros advogaram sem uma causa justa, mas com um aviso prévio sendo este o verdadeiro dia do meu aniversário.
24 Anos completam-se em mim, e eu nem estou aí, neste instante procuro refúgio na imensidão deste poema - assim o julgo eterno.
Tal como a as palavras que o guiam, eu deambulo no vazio do suco que refresca o bolo que vos ofereço.
Desculpe a todos que esperavam uma festa -
Agora vos digo – eu não sei organizar uma festa, assim sendo tenho da vossa companhia motivos suficientes para estarmos em festa.
Que zanguem os homens das gargantas abertas, os das barrigas vazias, pois não há mas nada a dizer por isso sintetizo – eu não sei organizar uma festa.
Depois de uma conversa afiada com a minha mãe no cemitério - onde, eu fui lhe dar uma água, uma flor, um beijo, e jurar perante ela que eu já sou homem crescido e novo.
Já não sou aquele menino tal como o pai que destruía lares e eu sendo filho de peixe sabia nadar até no areal, e em contrapartida desmanchava prazeres das meninas, brincava com os sentimentos delas, agora sou um novo homem, 24 poemas me esperam,,,,,,,,,desde já juro fidelidade as garrafas e aos livros.
E mulheres preciso daquelas divorciadas, humilhadas, mal amadas, pois ontem á noite recebi o antídoto para este veneno chamado traição, e as minhas namoradas do passado que o presente tornou-lhas Ex. Nem sei onde foi o buscar este prefixo e o futuro chama-as por amigas, elas me amaram e eu as violentei domesticamente no meu pobre quarto de Madeira e zinco, no momento diziam me machuca, eu puxava-lhes as mexas, dava-lhes palmadas, e não tinham onde queixar pois pediam que as machuca - se, ponto final eu já não quero brincar ou fazer orgias com os virgens sentimentos destas miúdas.
O que me espera agora é viajar no silêncio de uma garrafa de whisky OLD PASCAS.

publicado por Revista Literatas às 05:43 | link | comentar